10
anos
  • ALIMENTOS

  • RAÇÕES GRANULADAS

  • SEMENTES

  • FARINHADAS

  • SUPLEMENTOS

  • HIGIENE E EMBELEZAMENTO



Muda de penas: o que é, por que ela ocorre e quando se preocupar

Publicado em 15/03/2019

Da mesma forma que nossos cabelos caem e são substituídos, as penas das aves também não permanecem as mesmas ao longo de toda a vida delas. Mas, enquanto os nossos fios estão sendo constantemente renovados, no caso das aves, essa substituição costuma ocorrer só em determinadas épocas do ano. É a fase conhecida como muda de penas.

Natural em todas as aves, seja calopsita, papagaio ou psitacídeos, o processo é gradual e muitas vezes passa praticamente despercebido pelos tutores das penudas. No entanto, certificar-se de que a ave está saudável e se alimentando bem é importante para que a troca seja feita sem riscos para o pet.

Vamos saber mais sobre o assunto?

Quando, como e por que a ave troca as penas?

Mais do que apenas para embelezar, as penas desempenham funções essenciais para a vida das aves, auxiliando durante o voo, contribuindo para a termorregulação e até mesmo repelindo a água!

Com tudo isso, é natural que elas se desgastem com o tempo. Para as aves de vida livre, também não é raro que as penas sejam danificadas por conta de um acidente ou encontro com algum predador. E é justamente para manter essas estruturas sempre eficientes que a muda de penas ocorre. Viu só como a natureza é sábia?

De maneira geral, o processo tem início logo após a fase de reprodução das aves e se repete sempre na mesma época do ano, o que varia de espécie para espécie.

Ah, para os tutores de ave de primeira viagem, não espere ver a penudinha depenada! Com duração média de dois meses, a muda de penas é bastante gradual, sem o surgimento de falhas na plumagem. Caso isso ocorra, procure o quanto antes um veterinário!

Cuidados com a ave durante a muda

Durante esse período, é comum encontrar quem recomende acrescentar vitamina para pássaros na muda de pena. Mas, de acordo com a Dra. Mariana Pestelli, médica-veterinária da Petz, isso só costuma ser necessário quando há algum desequilíbrio nutricional. “Se a ave já tem uma alimentação absolutamente saudável, ela não muda”, diz.

Na verdade, por se tratar de um processo natural, a muda de penas não costuma requerer nenhum cuidado específico. Mas isso, desde que o pet viva em condições adequadas e esteja em perfeito estado de saúde. Sendo assim, ao notar a queda de algumas penas, é interessante levar a ave a um veterinário de animais silvestres para saber se está tudo bem e se é mesmo uma muda natural.

Ao avaliar individualmente o pet, o veterinário poderá fazer recomendações de acordo com as necessidades dele.

Como saber se a muda de penas está normal?

Como visto, levar a ave para consultas regulares no veterinário, promover uma alimentação balanceada, além de garantir um ambiente limpo e estimulante, são os primeiros passos para que a muda de penas aconteça da melhor forma possível. Além disso, fique atento aos seguintes sinais de algo não vai bem:
  • Surgimento de falhas na plumagem
  • Novas penas estão demorando para crescer ou não estão crescendo
  • A queda está acompanhada de alguma mudança no comportamento, como ave prostrada e isolada no canto da gaiola

Ao perceber qualquer um desses sintomas, leve a ave o quanto antes ao veterinário. Pode ser que a alimentação do pet esteja inadequada ou mesmo que ele esteja contaminado por algum parasita.


Compartilhe:

 




Visitas: 305

Fonte: https://www.petz.com.br/blog/especies/aves/muda-de-penas-o-que-e-por-que-ela-ocorre-e-quando-se-preocupar/

ENTRE EM CONTATO